Site para advogados

É notável a mudança no mundo da internet. Atualmente, entramos em um buscador, como Google, e procuramos o produto ou o serviço que precisamos, saber a opinião de outros compradores e fazer comparações entre os concorrentes. A forma na qual as empresas se posicionam virtualmente permitem aos clientes tirar conclusões sobre a qualidade do que é vendido e até criar um sentimento de proximidade ou distanciamento da marca.

E essa história se repete também no marketing jurídico. Em função das limitações legais do código de ética e da possibilidade de atingir um público maior e mais direcionado, a internet se destaca como um terreno fértil para que advogados autônomos e escritórios de advocacia divulguem seus trabalhos. No entanto, apenas lançar um site para advogados e atualizar as mídias sociais uma vez por semana não é garantia de retorno em negócios.

Toda ação virtual deve ser baseada em uma estratégia bem definida e clara. Ter um site de advocacia é fundamental e indispensável para criar oportunidades de negócio. Mas é muito importante que você saiba quais são os objetivos que quer atingir com a página, para que os resultados sejam satisfatórios. Neste artigo da NC Brasil, você pode clarear suas ideias, e ter exemplos e sugestões de como melhorar sua atuação online para atrair os clientes certos! Veja como ter um ótimo site para advogados!

Site para advogados

Para que serve um site para advogados?

1) Atrair clientes

Este é o motivo que mais leva advogados e escritórios a criarem sites institucionais. Afinal, além de divulgar os serviços, é um poderoso recurso para começar o relacionamento com o cliente. Mas será que a forma como isso é feito atualmente contribui para a conclusão do objetivo? Por isso, é necessário envolver profissionais competentes!

2) Google

Você já ouviu falar na famosa frase: “se não está no Google não existe”?

Pois é. A ferramenta soma nada menos do que 3 bilhões de buscas diárias. Fazer o seu negócio aparecer no Google não depende de milagre e nem de promessa, mas sim de uma boa estratégia: um bom site, uma ajudinha patrocinada do Google Adwords, o uso da tecnologia SEO, que definam o seu negócio e conversem com o seu público, a criação de conteúdos autênticos e de qualidade, etc. Essa medida não pode faltar em um site para advogados!

Não sabe o que é SEO? Leia este artigo, clicando aqui!

3) Atuação

Por falar em conteúdo e tecnologia SEO, produzir material relevante sobre o seu nicho de atuação informa, educa e prepara seu cliente para o atendimento. Além disso, ainda pode ajudá-lo a perceber a importância do auxílio jurídico para resolver determinadas questões.

Site para advogados

4) Vitrine

O seu site jurídico é o ambiente ideal para você compartilhar informações sobre a sua área de atuação, os seus métodos de trabalho, seus valores morais e mostrar para o cliente como você e sua equipe estão qualificados e preparados para atendê-lo da melhor forma possível.

5) Relacionamento

Um bom site de advocacia abre portas para que o cliente inicie um relacionamento duradouro com você ou com o seu escritório.
Simples e eficaz.

6) Design

Se você acha que o conteúdo importa mais do que a aparência, você tem razão. Mas quando falamos de site na internet, é importante lembrar que ele precisa captar a atenção do seu cliente em pouquíssimos segundos. Portanto, é fundamental que o efeito visual seja positivo. Investir em um design plano (flat design), clean e bem organizado pode causar uma ótima primeira impressão!

Além disso, você sabia que mais de 50 milhões de brasileiros acessam a internet pelo celular todos os dias, dos mais diversos lugares? Se você quer aproveitar o poder da tecnologia mobile e ser acessível para seus potenciais clientes de qualquer lugar e a qualquer momento, é fundamental que o seu site possua um bom desempenho e se adapte a todas as resoluções de tela sem perder nenhuma funcionalidade. Por isso indicamos o uso de um site responsivo ou a criação de um aplicativo! Leia nossos outros seguintes artigos, sobre essas tecnologias:

Sites Responsivos? Clique aqui!

Aplicativos? Clique aqui!

7) Qualidade

Cada parte do seu site deve ser pensada para reter a atenção do seu cliente. Portanto, tome bastante cuidado com a qualidade dos textos e das imagens que você divulga. Certifique-se de que a mensagem que você está transmitindo está clara, concisa e correta. Cuide de atualizar as informações sempre que houver alguma mudança na formação da equipe, nos serviços oferecidos e em qualquer outro setor do seu escritório ou da sua atuação.

Site desatualizado é ruim para a usabilidade do cliente e péssima para o rankeamento no Google. Evite cair no senso comum e certifique-se de imprimir a identidade do seu negócio na comunicação do seu site.

8) Informações de contato

De nada adianta um visual bonito, textos bem produzidos, fotos bem selecionadas, conteúdos bem elaborados se o seu cliente não conseguir entrar em contato com você para pedir informação, agendar um encontro ou tirar dúvidas. Ter um formulário de contato no seu site de forma visível é extremamente importante para a captação de clientes. Não se esqueça de incluir links para mídias sociais, email e telefone de contato para que a pessoa escolha a melhor forma de contatá-lo.

 

Precisando de um site?

Entre em contato conosco e faça um orçamento de site para advogados!